Oitavo PIB do País, Manaus é a maior cidade da Amazônia e sua influência se estende para uma região metropolitana de grandes proporções: seus 13 municípios ocupam um território de 127.170 km², área maior que Portugal e o estado de Pernambuco.

Por sua importância para o Brasil, o planejamento dessa metrópole e do seu entorno deve servir de exemplo para guiar processos de ocupação territorial e de um real desenvolvimento da Amazônia, respeitando suas características socioeconômicas e ambientais.

Diante desse desafio, o Observatório da Região Metropolitana de Manaus (ORMM) surge como uma rede de pesquisadores e ativistas comprometidos com a geração de conhecimento sobre a RMM e missão de influenciar políticas públicas que levem a um modelo de desenvolvimento regional inovador.

Objetivos

O Observatório da Região Metropolitana de Manaus visa ser um veículo de geração de informações através da realização e difusão de estudos e pesquisas multidisciplinares, análises críticas e propositivas, influenciando gestores, tomadores de decisão e organizações da sociedade civil em prol da qualificação de políticas públicas regionais.

Missão

Ser um instrumento de promoção e articulação interinstitucional, agregando especialistas e cidadãos interessados na produção e difusão de conhecimento, para proposições de alternativas para políticas públicas transparentes, coerentes, consistentes, eficientes e eficazes no âmbito da RMM, de modo a superar os problemas crônicos enfrentados atualmente pela região e, de modo propositivo, adotar iniciativas que visem a assegurar um desenvolvimento sustentável para a RMM.

Visão de futuro

Ser referência regional, nacional e internacional na produção, compilação e difusão de dados, informações e conhecimentos sobre os processos de metropolização da RMM, bem como prestar apoio à gestão pública e promover a conscientização e engajamento da sociedade em geral nos diferentes temas que envolvem a RMM.

Fechar Menu